sexta-feira, 19 de novembro de 2010

. Verso1 - Querido

Diário de Uma Paixão.

Quando decidiu levantar-se e ir até lá, no mesmo instantes ele à cumprimento, ela se surpreendeu com tal coincidência, e por um leve instante achou que ele lera seus pensamentos. De imediato puxou assunto, e cinco minutos de conversas e risadas já sentiam-se melhores amigos, mesmo depois de tanto tempo distantes.

5 comentários:

Isabelle. disse...

Lindo demais! :)

deh ramos disse...

Já aconteceu algo assim cmigo. Mas foi com uma amiga e nao foi pessoalmente, apenas um telefonema. É bom quando a outra pessoa nao se deixa afetar pelas aversoes do tempo longe.

Obrigada pelo comentário no meu blog.
Estarei por aqui mais vezes (:

Bj grande!

Clara disse...

:) Toda chic de layout novo! Que bonito!

Acho bonito quando as coisas acontecem assim, expontâneamente, parecendo coincidência demais. Chamo isso de ver o destino trabalhando! rs!

Bjos, querida!

Au disse...

É muito bom quando essa conexão acontece... Parece que já havia sido ensaiado. Tenho uma pessoa na minha vida que é assim, exatamente como você descreveu, mesmo depois de muito tempo longe, quando volta parece que nunca se foi, sabe?!


Beijo!


P.S.: Hoje entrei na livraria e por muito pouco não comprei o livro "Diário de uma paixão". Cheguei até ir em direção ao caixa...

Caroline Araújo disse...

Ah! É tão bom quando nem parece que estávamos tanto tempo sem ver ou conversar com tal pessoa. *-*